Retalhos Amigos


AMBIÇÃO

queria poema duro,
másculo e forte,
de apontar com o dedo,
em riste,
de mostrar o ouro
prá quem não vê...
queria palavra convexa
abrangendo coisa,
afastando finuras,
iluminuras, fechaduras...
queria verbo de envergadura,
chão de terra batida,
pisado de pés nus,
encontro de naturezas...
queria, como queria!
não ter pieguice de frases,
não ter medo do fundo dos rios
e ter coragem de profeta...
queria também
só chorar prá dentro,
ante a verdade do vento,
ante a dureza da pedra,
na verdura do mato...
queria, mas não atino
com esse talento de força,
esse poder dito viril
e exibo só
poucas frágeis linhas
de vocábulos descarnados
adjetivados,
sem a substância
da veracidade
da rude vida!
Dora Vilela


 Escrito por Dora às 10h14
[   ] [ envie esta mensagem ]




DESVANESCENTE

fora do tempo,

espero a hora,

o luar lá fora,

a areia prateada,

o coração nas mãos,

a espreita nos gestos,

o gosto na boca,

os sentidos despertos,

a brasa no corpo...

 

a hora se gasta,

a lua se esconde

nas nuvens dispersas

a areia escurece,

o coração se divide

os gestos se crispam,

a boca se amarga,

os laços se rompem,

os sentidos se esgotam...

 

a hora se despe,

a lua adormece,

o corpo amortece,

as mãos envelhecem,

a boca se torce,

o viver se entorpece...

Dora Vilela



 Escrito por Dora às 09h02
[   ] [ envie esta mensagem ]




NOMEAÇÃO

Peço desculpas sinceras

por não compreender

aqueles que me sinalizam

que me agitam os corações

feito alvos lenços,

que me puxam pelo braço,

que me chamam pelo nome.

Estonteada, decifro mal esses apelos.

Quero entender o mendigo de chapéu na mão,

é só uma esmola que deseja?

é só uma história que me conta?

é só um maltrapilho faminto?

Necessito dar nome ao sobressalto que me causa.

Tenho que desvendar a sensação intensa

de culpa, de dúvida, de impasse,

que me transmite no olhar.

Preciso nomear cada instantâneo

dos indecifráveis chamados.

E os subterfúgios, e as lacunas,

e os não-ditos?

E o roteiro deste estranho itinerário

que afinal não escolhi?

Que fazer do descompasso,

da inadequação,

do desencaixe?

Reitero minhas desculpas,

e continuo calada.



 Escrito por Dora às 17h19
[   ] [ envie esta mensagem ]




GATO

Escolho o momento,

arranjo o close,

espremo o olho

na objetiva da minha máquina.

 

Enquadro o gato, na minha soleira,

o trago prá perto, bem sorrateira,

miro, remiro, acerto,

aperto o botão.

 

Quero fixá-lo, gravá-lo,

olhá-lo nos olhos,

a este gato, felino dengoso,

ímã terrível da minha câmera.

 

Tento captá-lo, apreendê-lo,

penetrar seu segredo,

desvendar seu mistério

de existir sem medo.

 

Ele vive com força,

sete vidas, talvez,

sem luta, sem drama.

 

Só vive, revive,

me atiça esta chama

de ser gato também

(sendo eu mesma e minha dona).

Dora Vilela



 Escrito por Dora às 19h05
[   ] [ envie esta mensagem ]




HERDEIROS

A meus filhos
farei testamento,
transmitindo, além do legado
em sangue e falsa liberdade,
um medo imenso e ancestral
que de meus pais recebi.
Não é oferta honesta,
nem laborada em franca opção,
nem de punho próprio lavrada.
Mas, é herança que não se desdenha
do impossível resgate que tem.
Meu medo os percorrerá
pelas veias,
sob a pele,
arquétipo indesejável,
que me susteve e os sustentará.
Tive medo de viver,
de acordar
de ver no espelho
a verdade revelada.
Passei medo ao navegar
entre vagalhões e brisas.
Tive medo do medo
e o susto das revelações.
Ancorei num sumidouro
de vozes e fantasmas.
E o medo na garganta
com seus dedos hirtos
me ensinou que ter medo
é o mesmo que ter nascido.
Ora o lego a meus filhos,
que o ganharão na estima
e o sentirão com orgulho
de materna e genuína herança.
Dora Vilela


 Escrito por Dora às 09h55
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]




 
Histórico
  02/01/2005 a 08/01/2005
  19/12/2004 a 24/12/2004
  12/12/2004 a 17/12/2004
  05/12/2004 a 10/12/2004
  28/11/2004 a 03/12/2004
  21/11/2004 a 26/11/2004
  14/11/2004 a 19/11/2004
  07/11/2004 a 12/11/2004
  31/10/2004 a 05/11/2004
  24/10/2004 a 29/10/2004
  17/10/2004 a 22/10/2004
  10/10/2004 a 15/10/2004
  03/10/2004 a 08/10/2004
  26/09/2004 a 01/10/2004
  19/09/2004 a 24/09/2004
  12/09/2004 a 17/09/2004
  05/09/2004 a 10/09/2004
  29/08/2004 a 03/09/2004
  22/08/2004 a 27/08/2004
  15/08/2004 a 20/08/2004
  08/08/2004 a 13/08/2004
  01/08/2004 a 06/08/2004
  25/07/2004 a 30/07/2004
  11/07/2004 a 16/07/2004
  27/06/2004 a 02/07/2004
  20/06/2004 a 25/06/2004
  13/06/2004 a 18/06/2004
  06/06/2004 a 11/06/2004


Outros sites
  Ariane
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?